”Não podemos criar mais pressão”, diz Renato Augusto na volta ao Mineirão

Além de tudo que envolve um Brasil x Argentina, o clássico da próxima quinta-feira terá um ingrediente a mais: será o retorno da Seleção ao Mineirão após a derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014. Diante da situação, Renato Augusto, um dos líderes do Brasil de Tite, adotou um discurso de cautela e inteligência após o treino aberto desta segunda-feira no Independência. O meia do Beijing Guoan, da China, deixou claro que não é hora de aumentar a pressão natural de uma partida entre dois grandes rivais.

– Não podemos criar mais pressão do que já tem. Não podemos lembrar muito do que já passou. A cicatriz vai ficar, só podemos mudar o que vem pela frente. Temos que manter o padrão que vem sendo apresentado, manter o nível de atuação. Clássico é sempre diferente, não importa quem está em primeiro e quem está na sexta posição. Vamos enfrentar grandes jogadores e será um jogo muito interessante – analisou Renato.

O Brasil volta a treinar na tarde desta terça-feira, no Mineirão, palco da partida da próxima quinta-feira contra a Argentina. Com quatro vitórias em quatro jogos sob o comando de Tite, a Seleção lidera as eliminatórias com 21 pontos. Os hermanos aparecem apenas na sexta posição, fora até mesmo da repescagem.

Com informações do UOL

Esporte Candango