Nenê volta a marcar, Vasco vence Bragantino e ameniza crise nos bastidores

Em momento delicado na temporada, o Vasco fez o seu papel e venceu o Bragantino por 2 a 1 neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. A partida é simbólica, pois além de ser fundamental na briga pelo acesso significou o fim do jejum de Nenê, que estava há onze jogos sem marcar na Série B. Além de amenizar a crise vivida entre clube e torcida, que chegou a invadir o treinamento durante a semana para cobrar os atletas.

Além de Martin Silva, com a seleção uruguaia, o técnico Jorginho teve um problema de última hora. Andrezinho sentiu dores no joelho direito e sequer viajou para Bragança. Diguinho assumiu a vaga ao lado de Douglas e Bruno Gallo. O goleiro estará à disposição no próximo jogo, contra o Criciúma. Já o apoiador ainda será reavaliado.

O Vasco reclamou bastante da anulação de um gol marcado por Thalles. A arbitragem viu impedimento de Madson no lance. O problema é que as imagens da televisão mostraram o contrário. Ao fim do primeiro tempo, os jogadores cercaram o trio. Leandrão se exaltou e quase foi expulso após um bate-boca com o árbitro Emerson de Almeida Ferreira.

Com o resultado, o Vasco chega aos 62 pontos e reassumiu a vice-liderança da Série B. O Cruzmaltino volta a campo no próximo sábado, quando visitará o Criciúma, em Santa Catarina.

Com informações do UOL

Esporte Candango