Bottas vira favorito à Mercedes e pode abrir espaço para Nasr na Williams

O finlandês Valtteri Bottas é o sonho da Mercedes para preencher o lugar deixado após a aposentadoria de Nico Rosberg, atual campeão da Fórmula 1. Segundo a BBC, a equipe alemã já fez uma investida para tentar a contratação do piloto da Williams, rejeitada pela escuderia britânica.

Companheiro de Massa em sua última temporada na F-1, Bottas tem contrato até 2017 com a Williams e se tornou o favorito de Toto Wolff, chefe de equipe da Mercedes. A investida inicial pela contratação do piloto teria sido uma redução no valor cobrado à Wiliams pelo uso dos motores da Mercedes.

A escuderia alemã daria um “desconto” de 10 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões) em troca da liberação de Bottas antes do término de seu contrato. Outra parte da oferta seria a cessão de Pascal Wehrlein, piloto de testes da Mercedes e competidor na última temporada pela Manor, para preencher a vaga deixada em aberto com a saída do finlandês.

Na visão de Wolff, Bottas seria um bom número 2 para a Mercedes, capaz de obter pontos com regularidade e fácil de controlar, sem criar uma disputa interna com Lewis Hamilton.

Do lado da Williams, a preocupação é a necessidade de um piloto veterano na equipe, pois o dono do outro carro nesta temporada será o canadense Lance Stroll, de apenas 18 anos. Bottas, 27, traria experiência ao time, enquanto Wehrlein, 22, foi pouco testado. Uma alternativa a isso seria a contratação de Felipe Nasr, mais rodado que Wehrlein e disponível no mercado, já que a Sauber ainda não confirmou a permanência do brasileiro para a próxima temporada.

Com informações do UOL

Esporte Candango