Brasília Vôlei sofre revés em casa pela Superliga

O Brasília Vôlei recebeu o Praia Clube-MG nesta terça-feira (24), no ginásio Nilson Nelson, pela Superliga Feminina 2016/2017. Mesmo fora de casa, o time mineiro saiu com a vitória por 3 sets a 1, com as parciais de 24 x 26, 20 x 25, 25 x 20 e 21 x 25. A equipe de Uberlândia-MG chegou aos 34 pontos na tabela, se distanciando das candangas, na sequência, com 29. A oposto Ramirez recebeu o Troféu Viva Vôlei, como a melhor jogadora em quadra.

Sentindo dores no joelho esquerdo, a bicampeã olímpica e capitã do Brasília Vôlei, Paula Pequeno, não participou do confronto. Enquanto isso, do outro lado da rede estavam as atuais vice-campeãs da Superliga, com direito a Fabiana (aniversariante do dia), Walewska, Claudinha, Michelle Pavão e companhia. Com este panorama, as visitantes sobressaíram e fecharam o primeiro set por 24 x 26.

Seguindo o mesmo ritmo do início de jogo, as equipes trocaram pontos e mantiveram o equilíbrio do duelo até pouco mais da metade do segundo set (15 x 15). No entanto, bastante atentas na defesa, as meninas do Praia Clube deslancharam e fecharam a parcial por 20 x 25.

Empenhadas em reverter a situação dentro de quadra, as comandadas do técnico Anderson Rodrigues superaram a força das adversárias e fizeram um terceiro período de muita garra. Com os fundamentos do bloqueio e saque afinados, as mandantes contaram com o apoio fundamental do torcedor para fazer 25 x 20.

As centrais Vivian e Roberta, do Brasília, resolveram mostrar técnica no quarto set. Assim fizeram a diferença durante algum momento da partida. Mas, para fazer jus ao posto de terceiras colocadas na tabela de classificação, as jogadoras do Praia Clube retomaram o ímpeto, o que dificultou as ações das donas da casa. Deste modo, com eficiência nos bloqueios, acabaram a partida em 3 sets a 1, com o quarto e último set finalizado em 21 x 25.

“O primeiro set fez uma diferença na partida. Quando você joga contra equipes de alto nível não se pode perder a oportunidade de fechar. Infelizmente no quarto set voltamos cometer os erros do começo e não conseguimos virar a partida. Agora é hora de descansar e focar no próximo jogo”, explicou a central do Brasília, Vivian.

Agora o Brasília Vôlei só retorna às quadras no dia 2 de fevereiro, quando encara as cariocas do Fluminense. A partida está programada para às 21h55, no ginásio do Sesi, em Taguatinga.

Por Haland Guilarde

Esporte Candango