UniCEUB/Brasília perde para Vitória mas se mantém na liderança do NBB

O ginásio da AsCEB na noite desta quarta-feira (1) respirou o clima baiano. O UniCEUB/Brasília preparou uma festa para homenagear a cultura da Bahia. Teve fitas do senhor do Bonfim, acarajé, cocada, capoeira e axé para embalar a torcida. Dentro de quadra, um grande jogo decidido apenas no último minuto. Os candangos foram superados por 78 a 70.

O Time de Lobos continua na liderança do NBB com 12 vitórias em 16 jogos, campanha de 70% de aproveitamento. O armador Fúlvio Chiantia marcou 19 pontos, Guilherme Giovannoni fez 15 pontos e seis rebotes, além de Henrique Pilar, que alcançou 14 pontos. Pelo lado do Vitória, Kenny Dawkins fez 24 pontos e foi o cestinha do jogo.

“Nós nos colocamos na situação que mesmo com a derrota, continuamos líderes. Isso é mérito do grupo todo que trabalha duro para isso. O foco agora é no treino de amanhã e pensar no Basquete Cearense na sexta-feira”, disse o treinador Bruno Savignani.

“O jogo foi muito equilibrado, as duas equipes alternaram momentos bons e ruins. O Vitória tem uma equipe boa e mereceu vencer”, afirmou o ala Henrique Pilar.

Outra ação especial do UniCEUB/Brasília fez sucesso durante a partida: a cortina da distração. Colocada atrás da tabela de ataque do Vitória, a cortina se abria a cada lance livre do time baiano. Então, aparecia uma pessoa tentando desconcentrar o adversário, seja com fantasias ou danças.

Com a ação inusitada os presentes no ginásio deram boas risadas e até rendeu resultados. No primeiro quarto André Goes cobrou três lances livres. Com a distração ao fundo, o ala errou dois lances.

O UniCEUB/Brasília volta às quadras na sexta-feira (3) para a partida contra o Basquete Cearense, também no ginásio da AsCEB, às 20h.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Esporte Candango