Fúlvio decide e UniCEUB/Brasília vence a Liga Sorocabana

Mais uma vez a experiência e habilidade do armador Fúlvio Chiantia fez a diferença para o UniCEUB/Brasília. Em partida decidida no último segundo, o Time de Lobos derrotou a Liga Sorocabana em casa por 79 a 77 na noite desta quinta-feira (16).

Com mais um êxito, o time candango acumula 15 vitórias em 20 jogos, aproveitamento de 75%, e segue na liderança do NBB.

Deryk Ramos e Lucas Mariano foram os cestinhas da equipe, com 16 e 15 pontos respectivamente. Como de costume, Fúlvio Chiantia se destacou nas assistências, com 7 passes, além de 13 pontos. Com 18 pontos, Ted, da Liga Sorocabana, foi o maior pontuador do jogo.

“Eu sempre falo para os jogadores que temos de estar 100% concentrado. Ciente de que jogo de basquete é muito dinâmico, de uma hora para outra pode mudar de lado e temos que estar preparados para isso”, analisou o técnico Bruno Savignani.

Daniel Alemão deu tanto trabalho para o adversário, que ao deixar a quadra, o técnico da Liga Sorocabana, Rinaldo Rodrigues, comemorou aos gritos: “Agora está bom, ficou melhor, o Alemão saiu.”

O pivô deu o cartão de visitas com dois tocos e uma enterrada que fez o ginásio da AsCEB vibrar. Nos últimos dois jogos, Alemão deu 7 tocos. Quatro diante do Paulistano, na última terça-feira, e três hoje.

Diante das últimas exibições, o último contratado do time brasiliense está nas graças da torcida. Em todas as vezes que foi substituído durante o jogo, saiu aplaudido.

“Estou me sentindo cada vez mais em casa. Foi o segundo jogo que eu joguei muito bem, melhorando em relação aos outros jogos. Mas o mais importante é o jogo coletivo. Apesar do equilíbrio, vitória é vitória. Time grande ganha de qualquer jeito”, exaltou Alemão.

Ao final, a torcida deixou o ginásio da AsCEB em êxtase. Com o placar empatado em 77 pontos, o UniCEUB/Brasília tinha a posse da bola. Todos no ginásio prenderam a respiração e vibraram quando a bola de Fúlvio caiu a dois segundos do fim do jogo. Na comemoração, Fúlvio foi à torcida e vibrou como nunca, inclusive jogando a camisa para os fãs.

“O Bruno desenhou a jogada onde eu recebia a bola e o Lucas fez o corta-luz. Poderia ter jogado para o Deryk arremessar da zona morte, Mas eu fui em direção à cesta e busquei o contato. O Castellon saiu do contato e fiz a bandeja”, narrou o armador.

O próximo compromisso do UniCEUB/Brasília ocorre em 22 de fevereiro, contra o Pinheiros, em São Paulo. Será o primeiro de quatro jogos como visitante.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Esporte Candango