Vasco, com um a mais, busca empate com o Vitória nos acréscimos

Vasco e Vitória fizeram um confronto de Série A em São Januário nesta quinta-feira, em jogo de ida pela terceira fase da Copa do Brasil, e o time da casa, mesmo com um a mais, sofreu para arrancar o empate em 1 a 1 nos acréscimos – os dois gols foram de pênalti, marcados por Patric e Nenê. Houve polêmica no pênalti marcado para o Vasco, em lance aparentemente fora da área. O time de Argel teve Euler expulso no fim do primeiro tempo, mas os cruz-maltinos não conseguiram aproveitar a vantagem numérica e estiveram em desvantagem no placar até os últimos instantes. O técnico Cristóvão Borges foi muito hostilizado, e sobrou até para o presidente vascaíno Eurico Miranda.

Nesta fase, a terceira da Copa do Brasil, os times disputam jogos de ida e volta e, após o saldo de gols, o principal critério de desempate é o número de gols na casa do adversário. Assim, com o empate em casa por 1 a 1, se o placar se repetir no Barradão, na próxima quinta-feira, às 19h30, a decisão será por pênaltis. Um 0 a 0 dará a vaga ao Vitória, que também se classifica se vencer o jogo de volta. O Vasco passa de fase com empate a partir de 2 a 2, ou se vencer a partida.

Com informações do UOL

Esporte Candango