Com defesa nos melhores momentos da temporada, UniCEUB/Brasília vence Minas

É difícil sair de uma entrevista ou qualquer conversa com o técnico Bruno Savignani sem que ele fale a palavra “defesa”. O comandante já declarou em várias oportunidades que tomar menos pontos é quase uma obsessão, e peça-chave para o estilo de jogo que idealiza para a equipe. Na nesta segunda-feira (13), Bruno saiu com sensação de dever cumprido: a segunda melhor atuação da defesa nesta temporada na vitória contra o Minas Tênis Clube por 74 a 62, na Minas Arena, em Belo Horizonte.

A defesa foi menos vazada apenas no jogo contra o Basquete Cearense, em fevereiro deste ano, quando sofreu 52 pontos.

O resultado mantém o Time de Lobos na terceira colocação, com 17 vitórias em 24 jogos (70,8% de aproveitamento). Líder do NBB, o Flamengo tem o mesmo número de triunfos com apenas um jogo a menos.

Comandaram a partida os veteranos Guilherme Giovannoni e Fúlvio Chiantia. O primeiro terminou à beira de um duplo-duplo e como cestinha do confronto, com 22 pontos e nove rebotes. Já o armador titular da equipe flertou com um triplo-duplo: oito pontos, dez rebotes e nove assistências.

“Era uma vitória essencial para os nossos planos de ficar no G4 e até continuar com chances de liderança. O time mostrou uma intensidade na defesa muito forte, sofreu poucos pontos, e executou bem tudo que o técnico pediu nos treinamentos”, analisou Guilherme Giovannoni.

O capitão alertou que não há tempo para comemorar a vitória, e pediu atenção do elenco para a reta final da fase de classificação do NBB.

“Vamos pensar em cada jogo, ainda restam quatro partidas que podem mudar muita coisa na tabela. Agora é focar nos próximos compromissos dentro de casa, onde a gente é muito forte com a força da torcida”, finalizou o capitão.

O confronto marcou o fim da maior sequência de jogos dos brasilienses longe de casa. Foram quatro compromissos seguidos como visitantes, com duas vitórias. A próxima partida ocorre na quinta-feira (23), às 20h, contra Franca, no ginásio da AsCEB.

Antes, Deryk, Fúlvio, Giovannoni, Lucas Mariano e o técnico Bruno Savignani participam do Jogo das Estrelas. A maior festa do basquete brasileiro ocorre em 18 e 19 de março, no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Esporte Candango