Com vantagem para os mineiros, Gama e Paracatu fazem decisão

Protagonistas de um dos confrontos mais equilibrados das quartas de final, Gama e Paracatu decidem qual dos dois vai se classificar às semifinais do Candangão neste domingo de Páscoa (15), às 15h30, no estádio nacional Mané Garrincha. O time mineiro venceu o primeiro jogo por 1×0 e só precisa de um empate para avançar de fase. Já o Alviverde tem que vencer por, pelo menos, dois gols de diferença para seguir no campeonato. Caso a partida termine 1×0 para o Gama, teremos pênaltis no Mané.

Quando a bola rolar, acompanhe tudo em nosso PLACAR AO VIVO. CLIQUE AQUI.

GAMA
A situação do Gama não é das melhores. Além de precisar reverter o resultado feito pelo bom time do Paracatu no jogo de ida, o Alviverde mudou o comando técnico há apenas uma semana. Reinaldo Gueldini deixou o clube e deu espaço ao auxiliar Glauber Ramos, que assumiu a equipe com a dura missão de classificá-los à semifinal.

No entanto, mesmo com os fatores negativos, os jogadores do Periquito têm a consciência de que podem fazer o resultado para avançar de fase. Para dar motivação aos atletas, a equipe abriu os portões para os torcedores no treino deste sábado (15). Os gamenses acompanharam a atividade e demonstraram apoio ao elenco.

Por falar em elenco, o técnico Glauber Ramos tomou um pequeno susto no meio de semana e relação à disponibilidade dos jogadores para o confronto deste domingo. Isso porque o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-DF) decidiu punir Maringá, Dudu Gago, Eduardo José, Paulinho, Raone e Pitio com mais um jogo de suspensão ainda por conta da confusão no clássico contra o Brasiliense. Mas a diretoria do Gama agiu rápido e trabalhou para conseguir um efeito suspensivo, deixando os atletas aptos a entrarem em campo contra o Paracatu.

Sendo assim, Glauber escapou de já começar a vida de treinador de forma ainda mais difícil e terá quase todos os atletas à disposição. O único desfalque é o zagueiro Pedrão, suspenso. Na vaga, Eduardo José é o provável substituto. Destaque positivo da equipe nas últimas partidas, o meia Gordo, que está de visual novo, no estilo do cantor Pepe Moreno, seguirá como titular.

PARACATU
Embora tenha triunfado na partida de ida por 1 x 0, o Águia do Noroeste não quer vacilar diante do Gama no encontro da volta. Um empate leva a equipe tricolor à inédita semifinal do Campeonato Candango da Primeira Divisão. Porém, derrota por um tento de diferença coloca o time mineiro na terrível disputa por pênaltis. Qualquer outro resultado inverso, com dois ou mais gols, a volta para casa será definitiva.

Na tentativa de buscar o feito, a equipe comandada pelo técnico Rubio Guerra vai com pelo menos um desfalque para a batalha. O lateral esquerdo Magal, expulso na primeira partida por se envolver em confusão com o zagueiro gamense Pedrão, terá que cumprir suspensão automática. O seu provável substituto pode deve ser Paulinho, que vem entrando constantemente na vaga.

Por outro lado, uma dúvida surgiu na cabeça do treinador do outro lado do campo. Na ala direita, Vitinho, que vem agradando nos treinos, pode ser titular. Caso ele venha a ser o dono da posição, Renato irá ficar como opção no banco de reservas. O restante do time deve ser o mesmo que conquistou a vantagem do jogo de abertura das quartas de final.

FICHA TÉCNICA

Candangão 2017 – Quartas de Final
Estádio Mané Garrincha, Brasília-DF
Domingo, 16/4/2017 – 15h30
Ingressos: R$ 10,00
Árbitro: Almir Camargo
A1: José Reinaldo
A2: Ciro Chaban
4º árbitro: Wales Martins
5º árbitro: Christofer Souza
Insp. Téc. Arbitr.: Raimundo Lopo

   GAMA x PARACATU

Maringá
Dudu Gago
Eduardo José
Rodrigo Bronzatti
Felipe Assis
Baiano
Everton
Gordo
Michel Pires
Alvinho
Roberto Pitio
Jordan
Renato (Vitinho)
Breno
Humberto
Paulinho
Léo Cruz
Caio Cabecinha
Diego Nogueira
Anderson Oliveira
Carlos Henrique
Cleiton Júnior
 Técnico: Glauber Ramos
 Técnico: Rubio Guerra

 

Por Willian Matos e Haland Guilarde

É vedada a cópia deste material em partes ou no todo, mesmo com a citação da fonte. Textos, fotos, artes e vídeos do Esporte Candango estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral – LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Esporte Candango Comunicação, Produção e Marketing Ltda. As regras têm como objetivo proteger o investimento que o Esporte Candango faz na qualidade de seu material. Se tiver interesse em copiar trecho de texto do Esporte Candango ou imagens somente para uso privado ou compartilhar o link de qualquer material publicado, por favor entre em contato pelo e-mail: [email protected]. Os infratores estarão sujeitos às sanções legais previstas na legislação em vigor.

Esporte Candango