Real sente o amargo sabor da vitória

Pela segunda partida das quartas de final do Candangão 2017, o Brasiliense recebeu o Real e foi derrotado e por 2×1, neste sábado, no estádio Mané Garrincha. Melhor para o próprio Jacaré que se aproveitou dos 3×0 na primeira partida para confirmar a classificação para as semifinais pelo placar agregado. Ao Leão do Planalto, que venceu e não levou, ficou a experiência para que em 2018 venha com mais eficiência e avance ainda mais na competição.

Quando o árbitro Vanderlei Soares autorizou o início da partida, foi o Real que chegou primeiro com perigo ao gol adversário. Logo aos dois minutos, Jorginho chegou em excelente condição de marcar, mas tocou para fora, muito próximo à trave direita de Andrey. Seis minutos depois, no entanto, o Leão do Planalto abriu o placar. Glauber bateu de fora da área e a defesa amarela desviou a escanteio. Na cobrança de Jorginho, Victor Hugo cabeceou para o fundo da rede, 1 x 0.

Precisando construir um resultado por diferença de quatro gols, o Real continuou forte no ataque. Aos 17′, Rafael Mineiro bateu a falta na área, Giba resvalou de cabeça e Vítor Hugo tentou de carrinho, mas não alcançou a bola em tempo.

Melhor na partida, o Real seguia sufocando o Brasiliense. Após boa triangulação com Tom e Giba no ataque, aos 33 minutos, Jorginho concluiu de primeira, mas Andrey caiu para encaixar a bola. Sete minutos depois, Rafael Mineiro cobrou escanteio e Vítor Hugo testou firme, mas Andrey usou o reflexo para espalmar pela última linha.

No último lance da primeira etapa, já aos 45′, Willian deixou Rafael Mineiro em condições de chutar, mas o meia deu um drible a mais dentro da área e no momento do arremate perdeu a força e errou o alvo. Foi o suficiente para o árbitro determinar o intervalo de jogo.

Na volta para o segundo tempo, o Real novamente foi o primeiro a mostrar disposição. Aos 11 minutos, Jorginho fez bela jogada para cima de Patrick e tocou em profundidade para Tom cruzar na área. Após bate e rebate, Giba tentou marcar, mas Andrey defendeu. Na sobra Tom chutou muito alto. Cinco minutos depois, o Leão do Planalto, em jogada de bola parada, voltou a ameaçar o gol de Andrey. Rafael Mineiro mandou na área e Vítor Hugo, livre de marcação, cabeceou tente à trave, mas para fora.

Quando parecia que a segunda etapa seria novamente jogo de um time só, aos 18′ pela primeira vez que o Brasiliense chegou com perigo. O lateral Gérson cruzou da esquerda e Reinaldo escorou de cabeça, mas sem a direção do gol. Em resposta do Real, três minutos depois, Dedê centrou rasteiro e Jorginho disputou com os zagueiros. A bola iria entrar, mas Andrey praticou novo milagre.

Aos 30 minutos o Real ampliou a vantagem. Jorginho passou por Welton Felipe e encontrou Giba sozinho na entrada da pequena área. O camisa 9 só teve o trabalho de escorar para o fundo do gol, 2 x 0. Porém, quatro minutos depois veio a ducha de água fria que o time auri-anil não esperava. Márcio Diogo recebeu pela esquerda, costurou para o meio e bateu dá altura da meia- lua, sem chances para Leo Rodrigues, 2 x 1. Após o gol do Jacaré, o Leão do Planalto se abateu e não encontrou forças para buscar uma reação até que Vanderlei Soares determinasse o final da partida, confirmando a classificação amarela.

O adversário do Brasiliense nas semifinais sairá do confronto entre Sobradinho e Santa Maria, que acontecerá às 11h deste domingo, no estádio Mané Garrincha. Na primeiro confronto entre ambos, o time grená saiu vitorioso pelo placar de 1×0.

FICHA TÉCNICA

Candangão 2017 – Quartas de Final
Estádio Mané Garrincha, Brasília-DF
Sábado, 15/4/2017 – 15h30
Público Pagante: 461
Renda: R$ 2.200,00
Árbitro: Vanderlei Soares
A1:  José Sabino
A2: Kléber Alves
4º árbitro: Marcelo Rudá
5º árbitro: Matheus Moraes
Insp. téc. arbitragem: Marrubson Melo

  BRASILIENSE 1 x 2 REAL

Andrey
Patrickyellow-card
Preto Costa
Welton Felipe
Gerson
Aldoyellow-card
Acerolayellow-card
Ramonarrow-rightarrow-leftMalaquiasarrow-rightarrow-leftLuquinhas
Souzayellow-card
Reinaldoarrow-rightarrow-leftMatheus Lacerda
Márcio Diogogoal 34’/2T
Léo Rodrigues
Dedêyellow-card
Victor Hugogoal 8’/1T
Hyago
Pedro Ayubarrow-rightarrow-leftSantosyellow-card
Tom
Jorginhoarrow-rightarrow-leftVitinho
Gláuberyellow-cardarrow-rightarrow-leftPedrinho
Gibayellow-cardgoal 30’/2T
Willian
Rafael Mineiro
 Técnico: Rafael Toledo
 Técnico: Luiz Carlos Souza
Gol:goal Cartão Amarelo:yellow-card Substituições:arrow-rightarrow-left

 

Por Alberto Andrade

É vedada a cópia deste material em partes ou no todo, mesmo com a citação da fonte. Textos, fotos, artes e vídeos do Esporte Candango estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral – LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Não reproduza o conteúdo do site em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do Esporte Candango Comunicação, Produção e Marketing Ltda. As regras têm como objetivo proteger o investimento que o Esporte Candango faz na qualidade de seu material. Se tiver interesse em copiar trecho de texto do Esporte Candango ou imagens somente para uso privado ou compartilhar o link de qualquer material publicado, por favor entre em contato pelo e-mail: [email protected]. Os infratores estarão sujeitos às sanções legais previstas na legislação em vigor.

Esporte Candango